Páginas

23 maio 2011

Outro ponto de vista sobre Dominique Strauss Kan



O presidente do FMI, órgão de fomento das economias de países endividados e por sinal, instituição de maior notoriedade no mundo econômico foi acusado por uma funcionária de um hotel, de abuso sexual e atualmente apareceram outras que dizem que o mesmo flertou com elas.

Vamos aos fatos.

1º O presidente do FMI tem um cargo muito cobiçado por várias pessoas e que estão prontos para puxar seu tapete.
2º A acusação contra o presidente do FMI  ainda não foi comprovada, portanto não poderia ser considerado culpado e tem di reito à defesa..
3º É  justo condenar uma pessoa, como fazia a igreja com as pessoas codenadas por heresia no tempo da inquisão?(Princípio da Razoabilidade)
4º Uma cantada é motivo para toda essa crucificação?
5º O poder que esse homem tem, ele poderia ter as mulheres que quisesse, vide "marias chuteiras".
6º O certo é que o presidente do FMI está encrencado pois tem muita gente que quer ocupar sua cadeira e a mídia já o condenou.

Defendo a aplicação de justiça de modo que as duas partes sejam ouvidas, mas o pré julgamento é uma erva daninha que vai crescendo na mente das pessoas e se instala, sendo que no caso do juiz que está acompanhando essas notícias, o mesmo já está completamente influenciado pelas notícias que condenam Strauss Kan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário