Páginas

28 março 2011

Cidadania e a crise na Líbia


Cidadania é participar ativamente da vida política do Estado-Nação, por isso quando se sentirem incomodados expressem suas opiniões aos nossos representantes políticos, mesmo que sejam de outros Estados, abaixo transcrevo um email enviado ao Senador Alvaro Dias do Paraná sobre o Massacre na Líbia, promovido pelo Ditador Kadafi.

Senhor Senador Alváro Dias

Venho por meio deste, solicitar-lhe que se manifeste como representante do Estado do Paraná, indiretamente do povo brasileiro e como ser humano sobre as atrocidades que estão sendo cometidas na Líbia, pois viola a dignidade da pessoa humana previsto no artigo 1º ,III da Constituição , a prevalência dos direitos humanos inscrito no artigo 4º II da Carta Magna, entre outos que poderiam ser citados.

Sendo que foi respondido:

Meu caro Rafael,



A minha trajetória política se confunde com a luta contra a ditadura militar que se instalou no Brasil a partir de 1º de abril de 1964.Por conseqüência sou contra todo e qualquer regime de força, seja aonde for.Como democrata convicto, defendo a alternância de poder com um dois principais postulados do regime democrático.Portanto só posso apoiar os rebeldes líbios em sua luta contra a ditadura de Muamar Kadafii .

Cordialmente,


Alvaro Dias
http://www.senadoralvarodias.com/
Blog: http://www.blogalvarodias.com/

Desta forma o meu incentivo é para que os leitores deste blog exerçam sua cidadania e enviem emails aos senadores, deputados,vereadores sobre suas insatisfações, pois a Constituição Federal afirma em seu artigo 1º § único que todo poder emana do povo, não podendo os representantes eleitos fazerem o que quiser sem que estejamos observando e participando mesmo que indiretamente de suas atuações.

PS: Apesar de ser maranhense enviei email ao Senador Paranaense pois considero um político sério pelo que conheço.

Um comentário:

Faça seu comentário