Páginas

31 janeiro 2011

Maranhão no Fantástico

É impressionante o destaque que o Maranhão tem na mídia nacional.

Desta vez foi relativo ao descaso e abandono que sofre a segurança pública.

O Fantátisco exibiu uma grande reportagem que deixa as claras como se encontra precário o serviço de segurança pública, sem delegados, agentes e escrivães de polícia e principalmente infra-estrutura.

Entretanto o mais chocante foi ver as condições em que se encontram submetidas as pessoas detidas por prática de algum delito.Ficam presas em uma gaiola ou jaula, expostas as intempéries e fortes chuvas que caem atualmente.

Além disso foi mostrado a falta de dignidade humana conferida aos detentos que não têm a mínima higiene e se submetem ao cúmulo de fazer suas necessidades fisiológicas em um balde de plástico, que deveria servir apenas para carregar água.

Fica a pergunta: Um promotor de justiça que tem tanto poder nas mãos e ganha um salário por volta de R$ 18.000,00 mil  reais está esperando o que para tomar alguma atitude, quanto a esse desrespeito aos Direitos Humanos?

O promotor de justiça tem em suas mãos todo o poder para resolver essa situação podendo forçar o Estado do Maranhão a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), para que resolva essa situação, entre outras várias medidas judiciais, o que falta para isso?

Enquanto o MP permanece inerte o Maranhão é motivo de vergonha para todos nós.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário