Páginas

30 março 2009

Operação manzuá, exagero?

Uma das atribuições do ministério público é fiscalizar a aplicação da lei juntamente com interesses menores, incapazes, tutela, curatela , casamentos e coletivos. No caso da promotoria do meio ambiente, o respectivo promotor já fechou várias casas de show e prendeu proprietários e pessoas (algemando), por falta de documentação e poluição sonora, diga-se de passagem em uma ação nunca antes vista em São Luís. Portanto a pergunta é: O procedimento adotado pelo promotor na fiscalização das casas de show e pessoas que ouvem som alto é correto? A fiscalização deve continuar, porém sem exageros.

Um comentário:

  1. acho isso certo.mais a maneira como as pessoas são tratadas por esses poderes é que me revolta,não só eu mais a populaçao
    acho que o ministerio publico tem que fiscaliza isso.porque pagamos impostos i devemos se tratados com dignidade!!

    ResponderExcluir

Faça seu comentário