Páginas

03 junho 2009

Fato curioso sobre o patrimonialismo

Hoje dia 03/06/09 numa audiência no Forum Trabalhista, aconteceu um fato inesperado.Um juiz proveniente do estado do Piauí empossado há pouco tempo, ao pegar o processo da pauta do dia, verificou que no endereço do Reclamante constava uma Rua chamada José Sarney.
Então perguntou afirmando à todos que ali estavam, se o nome de pessoas vivas em logradouros e prédios públicos eram proibidos?
Foi-lhe respondido que sim, porém no Maranhão o Sarney podia fazer tudo, ou seja, colocar nomes de sua família até em ponte, sendo que todos que ali estavam concordaram.
Essa impressão de desmando até quem não nasceu no Maranhão percebe, entretanto no nosso caso parece que nos acostumamos a esse fato comum de ver tais nomes nas escolas, prédios, ruas, pontes, cidades e outras coisas que se possam imaginar.
Fica a pergunta: Onde está o Ministério Público e representates estaduais, para ajuizar ação civil contra esses desmandos e patrimonialismo do bem público?

Um comentário:

Faça seu comentário